Notícias

Cientista da Microsoft cria relógio que anula tremores do Parkinson

Controlado por tablet, o "Emma Watch" pode devolver habilidades manuais a quem sofre da doença - como escrever à mão, por exemplo

Por Superinteressante

Publicado em 19 de maio de 2017
Controlar tamanho de fontes:

A designer gráfica Emma Lawton, 33, foi diagnosticada com mal de Parkinson em abril de 2013. Desde então, a tarefa de escrever e fazer esboços à mão nunca mais foi a mesma. Os tremores constantes e a perda do controle sobre os movimentos da mão, sintomas da doença, foram tirando suas habilidades no desenho – tão importantes à profissão.

Mas a inglesa ganhou novas perspectivas a partir de uma técnica inovadora, desenvolvida pela diretora de inovação da Microsoft (e sua amiga pessoal) Haiyan Zhang: um relógio, controlado por tablet, que conseguiu diminuir seus tremores – a ponto de fazê-la ter uma letra a mão legível, ou traçar formas geométricas bem mais fiéis.

Até hoje sem cura, o Parkinson afeta 10 milhões de pessoas em todo o mundo. A doença consiste na desregulação das funções motoras do cérebro, que passa a enviar sinais conflitantes aos músculos. Essa grande carga de informações não consegue ser assimilada por eles, que sofrem um tilt – marcado pelos espasmos involuntários, que afetam sobretudo as mãos.

O funcionamento do relógio interfere exatamente aí. Contando com pequenos motores que vibram, o objeto consegue “distrair a mente” do usuário. Isso porque suas vibrações quebram o círculo vicioso criado entre a mão e o cérebro – ou seja, a mão tentando acatar a ordem de parar de tremer enquanto o cérebro manda que ela se movimente para escrever alguma palavra.

Tendo que ordenar menos movimentos musculares involuntários, o cérebro consegue se concentrar mais na tarefa manual. Assim, pode-se segurar a caneta com mais firmeza, o que faz com que o resultado dos traços seja melhor – como você pode observar na foto abaixo. “O relógio não fez parar o meu tremor. Mas me deu algum controle sobre ele. A escrita não vai sair perfeita. Mas, meu Deus, é melhor”, disse Emma, em entrevista ao site da Microsoft.

O dispositivo, ativado com um comando por tablet, foi batizado de “Emma Watch”, em homenagem à designer britânica. O momento em que Emma testa pela primeira vez seu relógio ganhou um registro em vídeo, que você pode assistir abaixo. Nele, a criadora Haiyan Zhang também traz mais detalhes sobre o dispositivo, e como ele é “uma solução rápida para os tremores”. As cenas integram um documentário produzido pela BBC, chamado “The big life fix”.

 

Patrocinados

Comente no Facebook

Comente no IE
0 Comentários

obrigatório

obrigatório

 


Conheça a estrutura do Instituto e o que ele pode oferecer para você